15 novembro 2013

As delicadas bolhas de sabão do meu casamento

Não conheço nada mais delicado do que bolhas de sabão!
O marido e eu fomos à um casamento ao ar livre e nos divertimos muito com as bolhas de sabão, entregues pelo Cerimonial em vidrinhos fofos. 
Não resisti! Escolhemos a garrafinha de champagne. Todas foram compradas em uma loja de festas em Taguatinga.


No dia do casório, nem me lembrava das bolhas de sabão até ao olhar para os convidados no final da cerimônia. Meu coração bateu forte ao ver todas aquelas bolhas e a alegria estampada em casa sorriso!

É incrível o poder que essa brincadeira de criança pode causar... #eurecomendo


22 setembro 2013

Post-it


Já declarei aqui e aqui o meu amor pelas notas autoadesivas. Portanto, foi a primeira lembrança de casamento escolhida pelos noivos. Todos foram comprados na loja Dom Bosco, no Taguacenter. Coube a mim, criar algumas capinhas com papéis de scrapbook. Escolhi os mais coloridos, claro! Preparei uma mensagem com o mesmo papel do convite e todas foram colocadas com elástico, que também serviu para prender a capinha de papel.



Simples, prático e funcional! Exatamente como os noivos gostam!


E você, gosta?

08 setembro 2013

Amêndoas confeitadas

 

A escolha das amêndoas confeitadas só ficou decidida depois que o noivo e eu vimos uma lembrança preparada por um casal desconhecido. Eles colocaram cinco amêndoas dentro de uma caixa e um recadinho no verso da tampa bem assim:

A tradição diz que comer amêndoas no dia do casamento é uma forma de trazer boa sorte aos noivos. Cada uma das cinco amêndoas tem um significado: Saúde, Riqueza, Vida Longa, Fecundidade e Felicidade. Obrigado por compartilhar conosco esse momento tão especial!


Fiquei tão encantada que comecei a pensar em preparar uma lembrança com essa delícia! Mas, dentro de uma caixa seria impossível, devido ao tempo. Então, com as sobras do tecido do meu vestido, e com a ajuda da minha mãe, preparamos uns 80 saquinhos. Em cada saquinho, cinco amêndoas coloridas, que comprei na banca Trem de Minas, na Feira do Guará. E se durante o preparo eu não tivesse comido um bocado, acho que chegaria a uns 100 saquinhos!!

Amarrei com uma fita especial, decorada com alianças, corações e pombinhos, e prendi a mensagem com um mini prendedor com coração, que encontrei na loja Barão, no Taguacenter. O restante, completei com mini pregador colorido, que encontrei na loja Jag Shop, no Núcleo Bandeirante (não lembro o valor, mas foi bem baratinho). Com as sobras de papel do meu convite, imprimi a mensagem em uma gráfica rápida e cada folha tinha com 12 mensagens.

Nem fiz as contas, mas imagino que cada lembrancinha saiu por no máximo R$ 2,00. Um valor simbólico para uma lembrança tão doce e a prova de que menos é mais! Porque a vida é #simples (da série #vidasimples, da minha amiga Dayse)!

03 setembro 2013

Lembranças de casamento: bem casados, amêndoas, caixa, post-it...

Além dos deliciosos bem casados, que tal preparar ou encomendar algumas lembranças desse dia especial?


Acho que no meu casamento, os convidados saíram com as mãos cheias! Várias fofurinhas foram preparadas, como: amêndoas com cobertura de açúcar, que foram colocadas em saquinhos do mesmo tecido do meu vestido; post-it com capinha de papel e elástico, como esses; sacolas de TNT, para os carros, personalizadas com o mesmo desenho do convite; caixas de madeira, revestidas com tecido, para os padrinhos; champagne de bolhas de sabão, para o final de cerimônia; e quem ficou até o final da festa, ainda levou para casa um pote com flores naturais! Sem contar nos lencinhos "Lágrimas de Alegria", preparados pela minha habilidosa madrinha Su, do blog Sayuri Artesanato.

Parece exagero, mas não consegui escolher uma única lembrança! Tudo foi preparado em casa, com a ajuda da minha daminha e de uma prima! Conto todos os detalhes para vocês nos próximos posts: como fiz, onde comprei os materiais, etc.

Até lá!

10 julho 2013

Almofada para alianças com fuxico

Eu queria uma almofada bem diferente para acomodar as alianças do meu casamento. Pesquisei de tudo e encontrei ninho, pratinho de argila, baú, bíblia... Mas eu queria algo bem colorido; na verdade, uma almofada diferente. Foi quando pensei no trabalho de formiguinha da minha avó: fuxicos! Ela, que estava fazendo uma linda colcha, não acharia ruim fazer fuxicos em tamanho mini para a almofada.

Depois de escolher as cores, mãos à obra! Ou melhor, aos tecidos! Ela ficou assim:





Combinou com o meu buquê multicolorido!


Agradecimentos especiais aos fotógrafos da Multifocco, que registraram todas as coisinhas do meu grande dia! Obrigada!!



18 junho 2013

Segunda-feira


Aproveitando que a última foi histórica...


Toda segunda-feira começa cedo mesmo que se acorde tarde.

As segundas, aliás, começam sempre na véspera, "amanhã já é segunda" (toda noite de domingo traz com ela, além de depressão habitual e do som de uma TV ligada, uma segunda-feira inevitável).

Toda segunda, há uma promessa a ser cumprida, pelo menos uma, muitos ônibus lotados, atrasos motivados pelos mais diversos motivos e um alto índice de enfartes.

Toda segunda tem a esperança de um telefone que mude a sua vida, tem um papel para ser assinado, tem uma prestação pra se botar em dia e tem uma importante decisão a ser tomada.

Toda segunda tem um pouquinho de primeiro de ano.

Toda segunda, um cantor de bar fica rouco, um bailarino está exausto, um artista de teatro aproveita sua folga até a próxima quarta e a namorada de um garçom capricha na lavanda.

Toda segunda, um homem que bebe procura urgentemente uma desculpa.

Toda segunda tem alguém que parou de beber, tem alguém que parou de fumar, tem alguém começando uma dieta.

Toda segunda, em um prato, em uma cozinha, tem um resto de bolo de chocolate.

Toda segunda, as agendas das garotas acumulam novos ingressos de show, notinhas de bar, pétalas de flor, guardanapos de papel, bilhetes de amor e ficam ainda mais gordas.

Em compensação, as folhinhas, se é que ainda existem folhinhas, vão ficando magras.

Toda segunda tem pelo menos um bom dia que é dito com alegria por alguém que encontrou o seu amor no final de semana, e pelo menos um que é dito com tristeza por alguém que perdeu o seu, ou porque ele se foi, ou porque o amor perdeu a graça.

Toda segunda, secretárias com muitas aventuras pra contar deixam os chefes malucos atrás de documentos, relatórios e cronogramas.

Toda segunda, os desenganados têm mais um domingo pra contar e os infelizes da vida ficam contentes porque têm menos um domingo pela frente.

Toda segunda, alguém começa uma contagem regressiva.

Toda segunda, uma expectativa se estabelece.

Toda segunda, um prazo se esgota.

Segunda sim, segunda não, já se passou uma quinzena e alguém continua esperando alguma coisa que não chega nunca.

Toda segunda, existe um trabalho chatíssimo pra fazer, a não ser que, sorte a sua, seja feriado.

Toda segunda é ensolarada, mesmo as mais chuvosas, só para arruinar o humor da humanidade.

Toda segunda é igual à outra, menos se seu time ganhou, se o despertador não tocou, se o seu filho nasceu ou se um terremoto destruiu a cidade.

Toda segunda, nascem não sei quantas crianças, umas de parto normal, umas de cesariana, e todas benza a Deus, segunda que vem vão completar uma semana.

Toda segunda, faz um ano exato que um fato qualquer aconteceu e para alguma pessoa, por algum motivo, isso tem uma enorme importância.

Toda segunda é meio lembrança, meio começo, meio cansaço, meio maçante, meio preguiça, meio esperança.

Toda segunda tem alguma coisa ruim, alguma coisa boa e uma péssima fama.

 

Retirado do livro de Adriana Falcão, O Doido da Garrafa, que eu super recomendo!

04 junho 2013

Sopa com sabor de infância



Tem receita mais prática que a de sopa?
Aproveitei o frio antecipado que fez em Brasília ontem e fiz sopa, que pra mim tem sabor de infância.
A receita é de memória (porque eu aprendi perguntando para minha mãe) e foi feita assim:

Amassei alguns dentes de alho.
Piquei três batatas e uma cenoura.
Separei um punhado de macarrão (usei espaguete, mas pode ser qualquer um).
Ralei milho verde, para cozinhar com o próprio caldo.
Dourei o alho em um fio de óleo.
Refoguei as batatas e a cenoura e depois cobri com água filtrada.
Acrescentei o macarrão.
Temperei com sal e deixei cozinhar na panela de pressão por 15 minutos.
Desliguei o fogo, retirei a pressão, apurei o tempero e salpiquei cheiro verde.
Na hora de servir, coloquei queijo no fundo do prato cobri com o caldo, que foi acompanhado com torradas integrais.

Às vezes, quando sobra um pedaço de carne ou de frango do almoço, desfio e refogo junto com o alho para deixar a sopa ainda mais saborosa!
 

Tempo de preparo: 40 minutos.
Nível de dificuldade: fácil.
Rendimento: 2 porções (com direito a repeteco).

02 junho 2013

Novo layout


No mês de maio, o blog fez 1 ano! 
Para comemorar, fiz bolo de cenoura e algumas mudanças no layout.
Tenho vários planos para o Espiral, mas por hora, é isso.
Espero que gostem!

30 maio 2013

Bolo de cenoura

Eu adoro bolo. Toda semana, separo um tempinho (geralmente no fim de tarde de domingo) e preparo essa delícia para comer durante a semana com café, chá ou no lanche da tarde.

Sou fã de receitas práticas e rápidas, como esta:


Ingredientes:

3 ovos
2 xícaras (chá) de açúcar
1/2 xícara (chá) de óleo
2 xícaras (chá) de cenoura picada
1/2 xícara (chá) de leite ou suco de laranja
3 xícaras(chá) de farinha de trigo
1 colher (sopa) de fermento em pó

Modo de preparo:

1. Pré-aqueça o forno em temperatura média (220ºC).

2. Bata os ovos, o açúcar e o óleo no liquidificador. Depois, acrescente a cenoura picada e o leite ou suco de laranja. Bata por aproximadamente 4 minutos ou até obter uma mistura uniforme.

3. Em uma tigela, misture o fermento com a farinha e vá despejando o creme batido aos poucos e mexendo suavemente com um fouê até incorporar completamente.

4. Coloque a massa em forma retangular untada e enfarinhada e asse por cerca de 35 minutos ou até dourar.

5. Ao invés de usar aquele brigadeiro como cobertura, uso raspas de chocolate amargo. Coloco no bolo ainda quente e espalho com as costas de uma colher. Fica mais saudável e não rouba o sabor do bolo.

Importante: nunca use ovo gelado, se quiser um bolo bonito e fofinho. Retire-o da geladeira um dia antes.

Essa receita foi gentilmente copiada o livro Dona Benta - Comer Bem.

19 maio 2013

Decoração de casamento com papel de seda

Já postei aqui e aqui o meu apreço por móbiles. Os de papel estão entre os meus favoritos. Já pensou em usá-los para decorar festas?


No meu casamento, fiz móbiles de papel de seda branco em três tamanhos diferentes. Usei fio de náilon para deixá-los suspensos, colei com fita espuma e usei miçanga em formato de flor para dar acabamento no teto. A mesa do bolo não seria a mesma sem eles.
Encontrei o passo a passo aqui. São bem fáceis de fazer e trazem uma leveza incrível na decoração.

Também fiz porta guardanapo de papel de seda na cor marrom.



E você, tem outra ideia de como fazer móbiles usando papel?

21 abril 2013

Caderno de ideias com papel craft


Já deu para perceber que o papel craft está entre os meus favoritos, não é mesmo? Esse é mais um, feito com papel ecofriendly. Um caderno de ideias para a realização de um novo projeto. Ele está recheado de imagens, desenhos à mão, textos, poemas e vai servir como ponto de partida para a realização de um evento. Eu acredito que ter um caderno de imagens à mão (ou uma pasta de imagens no computador) é uma excelente forma de gerar novas ideias!

Eu faço assim. E você?




 

19 março 2013

Feira de Scrap & Patch em Brasília


Começa amanhã é vai até sábado a mais importante feira de Scrapbooking e Patchwork de Brasília! Lá você encontrará o que há de melhor em cursos, produtos, ferramentas e técnicas.

Eu estive presente na edição passada e aproveitei as novidades e as excelentes promoções! 

De 20 a 23 de março, das 14h às 21h, no Espaço Unique Palace.
Ingresso:R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia).

Vamos?

15 março 2013

Reaproveitando disquetes

Daqui a alguns anos, as mídias físicas (CDs, DVDs, disquetes) vão desaparecer por completo. Enquanto isso não acontece, vamos aproveitá-las para compor bloquinhos e mini álbuns?
No vídeo da Tininha, você aprende como fazer um bloquinho reaproveitando disquete. Eu adorei a ideia e já comecei os meus. Veja como ficou:
 
 
 
 
 
Como esse projeto foi um presente, fiz um embrulho simples, com papel craft, barbante e carimbo.


 
Quer ganhar um desses? Então participe da promoção do blog!

03 março 2013

Presentinho para vocês

As visualizações deste blog estão aumentando! =D Graças a vocês, leitores, que sempre dão uma passadinha por aqui. E como forma de agradecimento, quero presenteá-los.
Os leitores que enviarem as melhores ideias de postagens, até 31 de março, via comentários ou no email espiral.arte.com.papel@gmail.com, serão presenteados com lembrancinhas feitas à mão.

1,2,3... Valendo!!

02 março 2013

Convite de casamento com papel craft


Por que não?
Tem uma cor bonita (se não for muito amarelado), é facilmente encontrado em lojas do ramo e é barato. Rústico, fica ainda mais charmoso quando combinado com a cor branca.


Fiz o envelope de papel craft e o convite com papel reciclado, um achado da DF PAPÉIS. Note que os dois papéis são brilhosos e combinaram perfeitamente com o tema do evento.


O texto do convite foi impresso em uma gráfica rápida e nossos amigos e padrinhos, Marcelo e Su, fizeram o emboss do guarda-chuva (fizemos questão de lembrar os convidados desse detalhe, pois a data do casamento era em um mês chuvoso). Usei outros carimbos no envelope e fita de organza branca.


O resultado foi um convite bem diferente, simples, neutro e ecofriendly, assunto que os noivos adoram!


15 fevereiro 2013

Luz de Natal na decoração

Vamos reservar um tempinho neste final de semana para renovar a decoração da casa? Eu adoro luzes de Natal e este ano decidi não guardar todas elas. Separei algumas para compor um ambiente mais aconchegante por aqui. Pendurei com um preguinho uma cascata de lâmpadas amarelas no cantinho da sala, bem perto da mesa. Experimente deixá-las no chão atrás da cama ou dentro de um vaso de vidro. Inspire-se com fotos do Google. Você vai sentir a diferença. Elas são simples, mas deixam o ambiente charmoso, intimista e com cara de festa!






08 fevereiro 2013

Ideias para decorar o seu Chá de Lingerie

Vermelho, preto, branco, rosa escuro, bolinhas, corações, listras e renda: segui o padrão do convite e decorei o espaço do meu Chá de Lingerie assim. Não sou muito fã de decoração over, então procurei pensar na palavra simplicidade na hora de bolar as ideias. No final, nem ficou tão simples assim, mas muito mais bonito do que eu imaginava.

Sobre as mesas, usei um tecido, no formato de um círculo, estampado com utensílios de cozinha. O enfeite de mesa era um vidro pintado de dourado e flores de papel de seda. O charme do vaso ficou por conta do laço de renda e da tag de agradecimento. Atente-se para o detalhe do pregador: um achado!



Para a mesa do bolo, usei tecido estampado com coração e bolinha e distribui sobre a mesa cupcakes (receita aqui), docinhos, lembrancinhas e uma delícia natalina, que foi personalizada para atender ao tema do evento:  biscoito de gengibre no formato de um vestido. Guardanapos, potes, pratinhos, forminhas também seguiram os mesmos padrões escolhidos.



As lembrancinhas foram latinhas recheadas de balinha e um ímã de geladeira com formato de boca, telefone e coração.

Além disso, bolei dois cantinhos para deixar o espaço ainda mais charmoso e mulherzinha. Um foi o balcão de bebidas e o outro foi uma mesa de café/chá. Aproveitei algumas peças que eu já tinha e combinei com alguns objetos emprestados de uma amiga costureira e da loja Acanhada, que expôs e vendeu algumas peças no local.


Obrigada Karol, Tati e Ana por me ajudarem neste projeto!! Sem vocês esse momento tão especial não seria possível!

Mãe, avó, tia, amigas e companheiras queridas que compartilharam esse dia comigo: muito, muito obrigada!